Nhf sowgilthousing

Impacto do Estresse Térmico na Produção de Suínos

Fazer aulas grátis Matricule-se agora por R$ 370,00
  • Introdução: O que devemos saber sobre estresse térmico?
    Grátis
    • Introdução
  • Adaptação, Impacto na digestão e desempenho
    • Adaptação ao estresse pelo calor
    • Impacto do estresse pelo calor sobre o TGI
    • Efeito do estresse por calor sobre o desempenho
    • Controlando o estresse pelo calor
    • Estratégias nutricionais para aliviar o estresse pelo calor
    • Impacto do calor na composição da carcaça
    • Calor e o metabolismo de suínos em crescimento
    • Estresse térmico no útero e o efeito na performance de terminação
    • Efeito do calor nas funções intestinais
    • Consequências fisiológicas do calor
    • Interação clima e nutrição
    • Revisão: Estresse térmico na produção de suínos
    • Prova 1
    • Prova 2
    • Prova 3
    • Prova 4
  • Impacto na reprodução: Cachaços
    • Efeito do estresse por calor sobre a reprodução: machos
    • Efeito da sazonalidade no sêmen
    • Estresse pelo calor nos parâmetros seminais
    • Elevada temperatura ambiente prejudica a performance reprodutiva de machos
    • Produção espermática de acordo com a condição ambiental
    • Isolamento térmico escrotal auxilia na espermatogênese
    • Altas temperaturas e a espermatogênese
  • Impacto na reprodução: Fêmeas
    • Efeito do estresse por calor em fêmeas lactantes e gestantes
    • Efeito do estresse por calor in utero sobre o desenvolvimento da leitegada
    • Considerações finais
    • Tolerância ao calor de acordo com a linhagem genética
    • Calor induz apoptose das células
    • Resposta ao calor de fêmeas gestantes
    • Estresse pelo calor e a fisiologia ovariana
    • Impacto do calor no início, meio e fim da gestação
    • Altas temperaturas e o impacto na lactação
    • Dr. Tim Safranski - Impacto do estresse térmico no útero
    • Francisco Cabezon - Aliviando o calor de fêmeas lactantes
    • Prova 5
    • Pesquisa de satisfação

Descrição do curso

"Países positivos para PRRS, tem maior prejuízo anual com o ESTRESSE TÉRMICO do que com a doença"

O estresse térmico é um assunto que demanda bastante atenção do sistema produtivo. Temos presenciado ondas de calor cada vez mais fortes ao longo do tempo e isso pode se tornar um problema, principalmente, para aqueles sistemas de produção que não são climatizados. Normalmente, concentramos nossos esforços no produto final, que são os leitões. Porém, não devemos esquecer que, caso as porcas e cachaços não estejam sendo tratados da maneira correta, a entrega de leitões será prejudicada.

Entenda como o estresse térmico afeta nossa produção!

Parcele esse investimento em até 12x. 

Você terá 30 dias para concluir o curso.

Categoria: Manejo

Informações gerais

Conteúdo
  • Importância
  • Como o animal se adapta
  • Impacto na fisiologia intestinal
  • Redução do crescimento e performance
  • Impacto no sêmen
  • Como o calor afeta fêmeas gestantes e lactantes
  • Produção de leite
  • Impacto in utero
Objetivo

Entenda de maneira técnica e prática como o calor impacta nos índices produtivos

Público-alvo

Estudantes ou graduados em: medicina veterinária, zootecnia, agronomia, técnico agrícola, e demais profissionais da suinocultura.

Metodologia

"Autoaprendizagem". Como o próprio nome diz, o aluno tem liberdade nos estudos. Nesse método, você é o responsável por gerir o tempo de dedicação ao curso. Não é necessário que cumprir horários pré-estabelecidos de estudo, o que possibilita maior flexibilidade no período de realização do curso. O aprendizado varia de acordo com cada curso, mas de forma geral é realizado através de vários suportes, sejam por meio de vídeos, links, artigos ou livros disponibilizados na internet. Sempre mediados pelo ambiente online.

Certificado

Certificado será fornecido após a finalização do curso.

Professores

 

 

Dr. Rafael Gianluppi


Rafael é Médico Veterinário pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Mestre pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) sob orientação do Dr. Fernando Bortolozzo. Atualmente é doutorando (UFRGS e Iowa State University) em Fisiopatologia da reprodução de suínos e pesquisa o IMPACTO DO ESTRESSE TÉRMICO E DA ALIMENTAÇÃO DE FÊMEAS NA PERFORMANCE REPRODUTIVA.